Палатката на чудесата (Tenda dos milagres)

MILAGRES DO POVO

Caetano Veloso

Quem e ateu
E viu milagres como eu
Sabe que os Deuses sem Deus
Nao cessam de brotar
Nem cansam de esperar e o coracao
Que e soberano e que e senhor
Nao cabe na escravidao
Nao cabe no seu nao
Nao cabe em si de tanto sim
E pura danca e sexo e gloria
E paira para alem da historia

Ojuoba ia la e via
Ojuobahia
Xango manda chamar
Obatala guia
Mamae oxum chora
Lagrimalegria
Petala de Iemanja
Iansa-oia ria
Ojuoba ia la e via
Ojuobahia

Oba e no xareu
Que brilha prata luz no ceu
E o povo negro entendeu
Que o grande vencedor
Se ergue alem da dor
Tudo chegou
Sobrevivente num navio
Quem descobriu o Brasil
Foi o negro que viu
A crueldade bem de frente
E ainda produziu milagres
De fe no extremo ocidente

Ojuoba ia la e via
Ojuobahia
Oba